Simeone responde: "O peixe morre pela boca. As palavras são grátis e todos podem opinar..."

Simeone responde: "O peixe morre pela boca. As palavras são grátis e todos podem opinar..."
Redação

Declarações de Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid, em conferência de Imprensa de antevisão ao encontro da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, frente ao Manchester City (quarta-feira, 20h00).

Diego Simeone, treinador do Atlético de Madrid, em conferência de Imprensa de antevisão ao encontro da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, frente ao Manchester City (quarta-feira, 20h00), respondeu esta terça-feira aos críticos do estilo de jogo da sua equipa, principalmente relativamente ao jogo da primeira mão, em Inglaterra (triunfo dos "citizens", 1-0).

"Desde 2005 até hoje nunca fui depreciativo para com um companheiro meu. Coloco-me no lugar dos treinadores que defronto e há formas diferentes de expressar o que se sente. Quando alguém é depreciativo, não partilho isso", começou por dizer o técnico "colchonero".

"As opiniões dos jornalistas, de antigos jogadores, de gente que não joga e quer dizer algo... O peixe morre pela boca, como dizia o meu pai. As palavras são grátis e todos podem opinar. Eu escolho sempre respeitar os meus colegas", concluiu.