"Lembrei-me da final da Champions, mas não sinto vingança"

"Lembrei-me da final da Champions, mas não sinto vingança"

Jurgen Klopp rejeita raiva pelo Real Madrid e diz-se apenas focado em seguir para as meias-finais

Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, rejeita qualquer raiva pelo Real Madrid pela final da Liga dos Campeões em 2018. "A minha motivação está num nível máximo porque é a Liga dos Campeões. Não tem nada que ver com 2018. Claro que no sorteio lembrei-me desse jogo, mas não há qualquer necessidade de vingança. Queremos vencer para estar nas meias-finais. É isso que nos move", comunica o alemão em conferência de Imprensa de antevisão, já disposto a convidar Sergio Ramos para um jantar, face a estar superado essa possível azia pela final perdida.

Dizendo que a equipa tem "chances" para superar, Klopp diz não ter "problemas pelo estatuto", reconhecendo que o Liverpool não é tão favorito face ao mau momento dos reds. "Eles são dados como favoritos e gerimos bem isso", garantiu.