Tottenham complica a vida ao último finalista

Tottenham complica a vida ao último finalista

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A Juventus cedeu um empate em casa (2-2) e vai a Londres, para a segunda mão, em apuros. Higuaín falhou um penálti

Num jogo emocionante no primeiro dia dos oitavos de final da Liga dos Campeões, a Juventus entrou a matar contra o Tottenham, que apesar da desconcentração inicial soube reagir, passou a dominar e acabou a saborear um empate (2-2) em Turim, deixando tudo em aberto para a segunda mão, mas com vantagem para os ingleses sobre o finalista derrotado da última Champions.

Logo na primeira jogada da partida, após uma falta precipitada de Dembele sobre Pjanic, o médio bósnio bateu o livre daí resultante, desmarcando Higuaín que, de primeira e à meia volta, bateu Lloris (1-0 aos 2'). Poucos minutos depois, aos 9', foi Davies a cometer outra falta comprometedora, desta vez sobre Bernaderdeschi, na área, permitindo a Higuaín bisar de grande penalidade.

O Tottenham, com dois golos de desvantagem muito cedo, não ficou traumatizado e reagiu, com muita posse de bola (63% no final da partida) e um Harry Kane a deixar várias vezes Buffon em sentido. Só à terceira é que o matador inglês conseguiu bater o experiente guarda-redes, ainda na primeira parte (2-1 aos 35').

O fim da primeira parte foi dramático: Aurier cometeu penálti, sobre Douglas Costa, mas Higuaín falhou e desperdiçou o que poderia ser o 3-1 além de um hat trick. No reatamento os ingleses continuaram a dominar, com pressão alta a condicionar as saídas da Juventus, até que aos 71', de livre direto, Eriksen estabeleceu o resultado final (2-2).