Do ataque demolidor ao registo defensivo pouco famoso: os dados e as contas do Liverpool

Do ataque demolidor ao registo defensivo pouco famoso: os dados e as contas do Liverpool

O Liverpool é o adversário do FC Porto nos oitavos de final da Liga dos Campeões

O sorteio da Liga dos Campeões colocou o Liverpool no caminho do FC Porto nos oitavos de final da liga milionária. A equipa orientada por Jurgen Klopp chegou à fase a eliminar da prova depois de conquistar o primeiro lugar do grupo E, em que superou a concorrência de Sevilha, Spartak Moscovo e Maribor, com um registo de três vitórias e três empates (12 pontos).

Os "reds" foram ainda autores de um registo ofensivo verdadeiramente demolidor, com 23 golos marcados em apenas seis jogos disputados. Roberto Firmino é o melhor marcador da equipa na Champions, com seis golos marcados, mas Philippe Coutinho e Mohamed Salah surgem logo atrás com cinco golos apontados. No capítulo defensivo, a equipa de Anfield Road sofreu seis golos, o que perfaz uma média de um golo sofrido por jogo.

No entanto, se olharmos para a performance do Liverpool na Premier League, é possível verificar que o registo defensivo é uma das maiores brechas da formação comandada por Jurgen Klopp. Apesar de seguir no quarto lugar do campeonato, o clube da cidade dos "Beatles" já sofreu 20 golos na prova em apenas 16 jogos disputados, registo que supera pela negativa equipas como o Swansea (18 golos), que segue na penúltima posição da prova, ou o Bournemouth, que é 14º classificado, com um "score" de 19 golos sofridos.

Por outro lado, os "reds" já apontaram 34 golos na Premier League e têm o terceiro melhor registo da competição, sendo apenas superados pelo líder Manchester City (48 golos) e pelo Manchester United de José Mourinho (36 golos).

Mohamed Salah, internacional egípcio que trocou o Roma pelo Liverpool no último defeso, é o expoente máximo do ataque demolidor dos "reds", seguindo na liderança da lista de marcadores da Premier League, com 13 golos marcados.