Champions à porta: Real Madrid pode igualar feito ímpar... do Real Madrid

Champions à porta: Real Madrid pode igualar feito ímpar... do Real Madrid

Real Madrid parte para a edição 2018/19 da Liga dos Campeões em futebol com a possibilidade de conseguir o tetra.

O Real Madrid parte para a edição 2018/19 da Liga dos Campeões em futebol com a possibilidade de conseguir o tetra, que, na história da prova, só foi conseguido precisamente pela equipa merengue, nos primórdios.

Vencedor das últimas três edições, o conjunto espanhol procura um quarto triunfo consecutivo, o que repetiria o que conseguiu nas primeiras quatro edições (1955/56 a 58/59), sendo que ainda logrou chegar ao penta, em 1959/60.

Depois dessa entrada fulgurante do Real Madrid, nunca mais uma equipa conseguiu vencer por mais de três vezes, sendo que três chegaram ao tri, a última precisamente o conjunto espanhol, ao ganhar os derradeiros três canecos.

Com o português Cristiano Ronaldo, que no último defeso rumou à Juventus, como grande figura, nomeadamente no que a golos diz respeito, o Real Madrid venceu consecutivamente a Champions em 2015/16, 2016/17 e 2017/18.

Antes dos merengues, a última equipa a conseguir o tri tinha sido o Bayern Munique, de Frank Beckenbauer, Gerd Müller, Sepp Maier, Uli Hoeness, Hans-Georg Schwarzenbeck ou Franz Roth, que ganhou a Taça dos Campeões Europeus em 1973/74, 74/75 e 75/76.

Imediatamente antes dos bávaros, haviam sido os holandeses do Ajax, de John Cruyff, Johan Neeskens, Ruud Krol, Ari Haan ou Gerrie Mühren (1970/71 a 72/73), a somar tal feito, sob o comando de Rinus Michels (primeira época) e Stefan Kovács.

Nas primeiras cinco edições, brilhou intensamente o Real Madrid, com outros tantos títulos, numa altura em que tinha como grandes figuras Alfredo Di Stéfano e Francisco Gento, que ainda estaria no título de 1965/66.

Agora, já sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid pode chegar ao tetra, sendo que, para começar, não deverá ter problemas em garantir um dos dois primeiros lugares do Grupo G, que comparte com Roma, CSKA Moscovo e Viktoria Plzen.

Caso os merengues cheguem ao tetra, a Espanha iguala um outro registo único, os seis títulos consecutivos conseguidos por equipas inglesas, entre 1976/77 e 1981/82.

Nesse ciclo, o Liverpool, atual vice-campeão em título, conquistou três troféus, em 1976/77, 77/78 e 80/81, o Nottingham Forest, atualmente na segunda divisão, dois, em 78/79 e 79/80, e o Aston Villa, também agora no Championship, um, em 81/82.

As formações de Inglaterra somaram seis triunfos de 'rajada', registo que os espanhóis podem igualar, já que, antes dos três triunfos merengues, ganharam o Barcelona (2014/15) e outra vez o Real Madrid (2013/14), em Lisboa.

Os espanhóis, representados por Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid e Valência, podem, assim, fazer história na edição 2018/19 da Liga dos Campeões, cuja fase de grupos arranca na terça-feira.

A final é a 1 de junho, precisamente em Madrid, na casa do Atlético, o novo Wanda Metropolitano.

- Equipas com três ou mais títulos europeus consecutivos:

Real Madrid, Esp 5 (1955/56, 56/57, 57/58, 58/59, 59/60)

Ajax, Hol 3 (1970/71, 71/72, 72/73)

Bayern Munique, Ale 3 (1973/74, 74/75, 75/76)

Real Madrid, Esp 3 (2015/16, 16/17, 17/18)

- Países com cinco ou mais títulos consecutivos:

Inglaterra 6 (1976/77, 77/78, 78/79, 79/80, 80/81, 81/82)

(Liverpool 76/77, 77/78, 80/81, Nottingham Forest 78/79, 79/80, Aston Villa 81/82)

Espanha 5 (2013/14, 14/15, 15/16, 16/17, 17/18)

(Real Madrid 13/14, 15/16, 16/17, 17/18, FC Barcelona 14/15)