Goleada em Amesterdão, triunfo do Liverpool em Madrid e mais na noite de Champions

Goleada em Amesterdão, triunfo do Liverpool em Madrid e mais na noite de Champions
Redação com Lusa

Muitos golos e resultados que podem ser importantes para as contas de FC Porto e Sporting

O colombiano Luis Díaz assegurou hoje a primeira vitória do FC Porto na Liga dos Campeões de futebol, diante do AC Milan, numa terceira jornada na qual o português André Silva marcou na derrota do Leipzig em Paris.

Na receção aos "rossoneri", os portistas venceram por 1-0, graças ao tento solitário do internacional "cafetero", e somaram os primeiros três pontos no Grupo B, após terem empatado em Madrid (0-0) e perdido com o Liverpool (5-1), em casa.

De resto, o FC Porto reentrou na luta pelo apuramento para os oitavos de final e deixou o AC Milan em maus lençóis, uma vez que os italianos estão em último lugar, ainda sem pontos, enquanto os "dragões" somam quatro e igualaram o Atlético de Madrid no segundo posto.

Os "colchoneros", que contaram com João Félix no "onze", perderam por 3-2 na receção ao líder Liverpool, que parece lançado para "carimbar" a qualificação, face aos nove pontos que tem. Os "reds" estiveram a vencer por 2-0, com golos de Mohamed Salah e Naby Keita, mas deixaram-se empatar, graças aos dois tentos de Antoine Griezmann, o segundo após passe de Félix.

No segundo tempo, o internacional gaulês tornou-se o primeiro jogador da história da prova a bisar e a ser expulso numa partida, só que Salah também assegurou um recorde e deu o triunfo ao Liverpool. O avançado egípcio passou a ser o primeiro futebolista da história dos "reds" a marcar em nove jogos consecutivos, assinando o 'bis' na sequência de uma grande penalidade cometida sobre o recém-entrado Diogo Jota.

Tal como a equipa inglesa, o Ajax também tem 100% de aproveitamento na prova "milionária", liderando de forma isolada o Grupo C, com nove pontos, depois de ter goleado em casa o Borussia Dortmund, por 4-0, com um autogolo de Marco Reus e tentos de Daley Blind, Antony e Sebastien Haller.

Apesar do desaire, os alemães estão no segundo lugar, com seis pontos, mais três do que o Sporting, que, horas antes, tinha vencido por 4-1 no terreno do Besiktas, deixando os turcos com a lanterna-vermelha e sem pontos.

No Grupo A, o Paris Saint-Germain manteve a primeira posição, com sete pontos, mas sofreu para bater o Leipzig por 3-2. Kylian Mbappé inaugurou o marcador, mas o português André Silva e Nordi Mukiele operaram a reviravolta dos germânicos, antes de o argentino Lionel Messi faturar por duas vezes e assegurar o triunfo dos parisienses, que contaram com Nuno Mendes de início e Danilo Pereira no segundo tempo.

Na vice-liderança surge agora o Manchester City, que tem seis pontos, após ter goleado por 5-1 o Club Brugge, com João Cancelo a marcar o primeiro tento dos "citizens". A formação comandada por Pep Guardiola ultrapassou os belgas, que têm quatro pontos, enquanto o Leipzig continua em "branco" e é o último colocado.

Depois de ter sido surpreendido pelo Sheriff na ronda anterior, o Real Madrid atropelou o Shakhtar Donetsk por 5-0, com golos de Sergiy Kryvtsov, na própria baliza, Vinícius Júnior (por duas vezes), Rodrygo e Karim Benzema, e igualou os moldavos na liderança do Grupo D, ambos com seis pontos.

A formação de Tiraspol perdeu pela primeira vez na Liga dos Campeões, por 3-1, na visita ao Inter Milão, que, por seu lado, arrecadou a primeira vitória e isolou-se na terceira posição, com quatro pontos, à frente do Shakhtar, que tem um. Edin Dzeko, Arturo Vidal e Stefan de Vrij marcaram para os 'nerazzurri', cabendo ao luxemburguês Sebastien Thill, o herói do Bernabéu, reduzir para o Sheriff.