Abel antes do PAOK-Ajax: "Vontade de fazer história no clube"

Abel antes do PAOK-Ajax: "Vontade de fazer história no clube"

Na última Liga dos Campeões, o Ajax nunca perdeu a jogar fora de casa. Disputou três encontros na qualificação e seis na fase principal. E foi ganhar a Madrid, Londres e Turim!

Abel Ferreira estreia-se oficialmente pelo PAOK e logo com um duríssimo embate frente ao Ajax, para a terceira pré-eliminatória da Champions. Se o treinador português pudesse escolher, certamente teria preferido evitar um semifinalista na prova em 2018/19. Ainda assim, sem o lesionado Vieirinha, revela a ambição de ultrapassar os holandeses para ir ao play-off e lutar por um inédito apuramento dos gregos para a fase de grupos. "Os jogadores têm vontade de fazer história no clube. É esse o objetivo. Vamos ser estratégicos e estamos prontos para atacar os pontos fortes e fracos do Ajax, um clube que tem uma grande história", explica Abel, salientando a importância dos de Salónica se superarem em casa: "Quero agradecer a confiança dos nossos adeptos. Teremos 28 mil pessoas no estádio. Quero pedir-lhes que nos apoiem até ao fim. Será determinante para a eliminatória."

Enquanto continua a busca por um avançado para o plantel - Felipe Caicedo, ex-Sporting e agora na Lázio, foi ontem dado como certo -, Pelkas será a seta apontada à baliza do Ajax e expressou a dificuldade: "O facto de terem vendido jogadores não interessa."

No Ajax, Bruno Varela está convocado, tendo o treinador Erik ten Hag reiterado que Van de Beek será titular nos dois jogos, apesar da insistência do Real Madrid na sua contratação. O técnico espera um jogo duro: "O PAOK tem uma linha de ataque poderosa, é um adversário forte."

Hoje, o árbitro Tiago Martins vai apitar em Belgrado o Estrela Vermelha-Copenhaga, que conta com o médio Zeca.