"A expulsão? Acharia estranho se não acontecesse"

"A expulsão? Acharia estranho se não acontecesse"

O treinador italiano do Zenit, Luciano Spalletti, destacou a exibição de Hulk, considerando-o o melhor jogador do Zenit durante todo o jogo.

Luciano Spalletti, treinador Zenit

FC Porto bem posicionado: "Foi uma partida difícil, de equilíbrio, em que, apesar jogarmos em superioridade numérica, isso não teve influência em nenhuma maneira. O FC Porto posicionou-se bem após a expulsão, e não permitia à nossa defesa sair para jogar. Tivemos dificuldades em fazer os nossos laterais subir e ter assim mais posse de bola".

Segundo jogo decisivo: "Se falarmos das coisas que podíamos ter feito melhor seria variar mais o jogo. Jogámos sempre pelo mesmo lado e com isso a equipa adversária teve menos dificuldades. Penso que a partida em S. Peterbsurgo vai ser decisiva para as contas do grupo".

A expulsão de Herrera: "Sobre a expulsão do jogador do FC Porto não tenho dúvidas. Acharia era estranho se não acontecesse. O primeiro amarelo, no derrube ao Hulk, é quase vermelho e no segundo saiu três metros da barreira. Regras são regras, o árbitro fez o que devia".

Hulk: "Acho que o Hulk foi o jogador que mais problemas criou à defesa do FC Porto. É um jogador excecional e foi fundamental para esta vitória".