Son sobre Mourinho: "Não tenho palavras para descrever como me sinto"

Son sobre Mourinho: "Não tenho palavras para descrever como me sinto"
Redação com Lusa

Tópicos

Son "sem palavras para descrever" saída de Mourinho, Kane diz que foi um "prazer".

O futebolista Heung-Min Son, do Tottenham, mostrou-se hoje "sem palavras para descrever como se sente" com a saída do treinador José Mourinho dos "spurs", enquanto o colega Harry Kane realçou o "prazer de trabalhar" com o português.

No dia em que o técnico luso deixou o leme dos londrinos, após um ano e cinco meses, e poucas horas depois de o Tottenham ser anunciado como membro fundador da nova Superliga europeia, que ameaça a "hierarquia" do futebol, os dois melhores jogadores da equipa lamentaram a saída e desejaram sorte para o futuro.

"Não tenho palavras para descrever como me sinto, foi um prazer trabalhar com você. Sinto muito que as coisas não tenham dado certo e estou muito grato pelo tempo que passámos juntos. Boa sorte e tudo de bom para o futuro", despediu-se o avançado coreano, na rede social instagram.

Também recorrendo à mesma rede social, o ponta de lança inglês Harry Kane, atualmente melhor marcador da Liga inglesa, com 21 golos, e igualmente o jogador com mais passes para golo (13), agradeceu a Mourinho "por tudo".

"Obrigado por tudo, chefe. Um prazer trabalhar juntos. Desejo a você tudo do melhor para o seu próximo capítulo", escreveu.

Na sua passagem pelo Tottenham, Mourinho somou 44 vitórias, 19 empates e 23 derrotas, com 166 golos marcados e 103 sofridos e, no domingo, já não vai ter a possibilidade de conquistar a Taça da Liga inglesa, frente ao Manchester City.

O Tottenham foi o oitavo clube da carreira de Mourinho, depois de Benfica, União de Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter Milão, Real Madrid e Manchester United.

Ao longo da carreira, Mourinho conquistou duas vezes a Liga dos Campeões, duas Liga Europa e os campeonatos em Portugal, Espanha, Itália e Inglaterra, entre outros troféus.