Mourinho questionado sobre o FC Porto: "Não me façam perguntas picantes"

Mourinho questionado sobre o FC Porto: "Não me façam perguntas picantes"
Redação

Declarações de José Mourinho, treinador da Roma, à margem da Gala Quinas de Ouro, da FPF.

Passaram 22 anos sobre o dia em que assinou pelo Benfica: "Passou depressa, mas é para continuar. Estou contente, motivado, forte... Gosto de ganhar, detesto perder, não mudou nada! A cor de cabelo sim, as rugas também, mas nada mudou na minha essência de treinar. Continuar, não por mais 22 anos, que não há tempo, mas mais alguns."

Momento do FC Porto: "Não me façam pergunta dessas. Não me façam perguntas picantes. Gosto que tudo corra bem a todos, acompanho o futebol português quando posso, internacionalmente gosto que todos ganhem a menos que seja contra mim... Fico no meu cantinho e não me meto nisso."

Expulso no jogo da Roma: "Não é uma coisa nova [risos]. Já vem de há muito. Se calhar reflete a minha maneira de ser e estar, que não quero que mude. Este ano vamos tentar fazer o que se espera. Não temos o mesmo potencial económico dos rivais, fizemos um mercado de sete milhões de euros... Mas temos qualidade, temos paixão, muita gente que gosta de trabalhar junta e depois vamos ver o que acontece no final da época. A Liga Europa é um bocadinho diferente da Conference League. É um caminho diferente, com equipas mais fortes."

Vê-se como selecionador? "Quem sabe se o Fernando Santos não continuará por muitos mais anos na casa das seleções... Também da Seleção de futsal, parabéns para eles."