Mourinho: "Podíamos ter ganho de outra forma, mas o importante era vencer"

Mourinho: "Podíamos ter ganho de outra forma, mas o importante era vencer"
Redação

Declarações de José Mourinho, após o triunfo caseiro diante do Empoli, 2-1.

Análise: "Podíamos ter ganho de outra forma, com maior tranquilidade. Se conseguíssemos chegar ao 3-1, poderíamos ter gerido melhor tendo em vista o jogo de quinta-feira. Mas o importante era vencer. Sofremos. Sete minutos de compensação, para uma equipa que está a ganhar, é muito, mas conseguimos aguentar bem. Quero felicitar o Zanetti, porque o seu Empoli é um adversário duro, mas no final merecemos a vitória."

Confronto com o HJK Helsínquia na Liga Europa: "A forma como estas equipas trabalham, as chamadas equipas secundárias, mudou. Na Europa, antigamente, quando apanhavas uma equipa escandinava a vitória era já algo garantido. Mas agora todos sabem o que os grandes estão a fazer, está apenas ao alcance de um clique nas redes sociais."

Derrota com Udinese e sequência de pontos: "A sequência de pontos não é um problema. Claro que a Udinese era um jogo complicado fora de casa. Estávamos a apontar para pontos e falhámos. Todos os jogos são difíceis e aqui também estivemos em risco de perder dois pontos. Em termos de nível de jogo somos uma equipa com imensas dificuldades que não esperávamos. E, se perdemos jogadores, ficamos em problemas."

Agradecimentos a Zaniolo: "Quero agradecer ao Zaniolo pelo esforço que fez para estar aqui. Antes do segundo golo ele estava pronto a entrar para ajudar a equipa. O Wijnaldum era um jogador chave para nós e lesionou-se. O Cristante e o Matic são dois jogadores fantásticos, mas na nossa ideia de jogo não é fácil colocá-los a jogar juntos. E depois com as lesões do Zalewski e do Karsdorp estamos sem soluções nas alas. Há dificuldades. São dificuldades que equipas pequenas não têm, podem preparar esses jogos com outro potencial. Mas prefiro ter dificuldades, ficar no limite para jogar também à quinta."