Mourinho dá raspanete à imprensa italiana: "Se eu fosse um treinador de merda..."

Mourinho dá raspanete à imprensa italiana: "Se eu fosse um treinador de merda..."
Redação

Treinador português também aproveitou para mandar um recado à televisão portuguesa

Após a vitória contundente de domingo no dérbi romano, com a Roma a triunfar na receção à Lázio por 3-0, José Mourinho repreendeu a imprensa italiana devido à pressão que coloca nos jogadores, especialmente aqueles que ainda estão a dar os primeiros passos na carreira, dando como exemplo o caso de Nicola Zalewski.

""Ele [Zalewski] tem 19 anos e está aqui desde os 9. Após algumas dificuldades em Udine, num jogo difícil para nós, foram vocês, a imprensa italiana, que mataram o rapaz. Se eu fosse um treinador de merda, que desmaia com a pressão da comunicação social, o rapaz não jogava mais. Esta é a imprensa de Roma. Hoje ele fez um grande jogo. Muitos de vocês têm de colocar a viola no saco e ir tranquilamente para casa", acusou.

José Mourinho também fez considerações acerca da televisão portuguesa, criticando a forma como a imagem dos treinadores se vai alterando consoante apenas os resultados que registam.

"É a mesma história de sempre. Quando se ganha o treinador é bom e quando se perde não. Fizemos uma mudança significativa na nossa estrutura defensiva e ofensiva. Brinquei com Tiago Pinto: 'Se ganharmos todos os fenómenos serão silenciosos, se perdermos até alguns fenómenos da televisão portuguesa vão festejar'", afirmou Mourinho.