José Mourinho: "Estou velho demais para desejar coisas más a quem me deseja mal"

José Mourinho: "Estou velho demais para desejar coisas más a quem me deseja mal"
Redação

Declarações de José Mourinho, treinador da Roma, após conquistar a Conference League

Festejos: "Primeiro, tinha prometido que não falava à Sport TV, não merecem que eu fale, mas falo. Há clubes que são feitos para ganhar e quando se ganha é quase natural, pelo seu percurso, história e investimento. Há outros clubes em que é mais complicado e desde que cheguei à Roma senti que os adeptos ficavam satisfeitos com um bom jogo com a Lázio ou a Juventus. Jogámos 55 jogos esta época com um plantel curto, mas fizemos das fraquezas forças, chegámos aqui com 15 jogos às quintas-feiras e aqui estamos, com esta vitória que eu sinto mais pela Roma do que por mim próprio. Ganhei títulos europeus em três épocas distintas, fiz muita gente feliz".

A última vez que um clube italiano venceu uma prova europeia foi sob o seu comando: "Devia dizer isso aos seus colegas. Tenho donos fantásticos, um diretor-geral [Tiago Pinto] fantástico, aqui não há mentiras. Sabíamos qual o projeto que tínhamos e vamos ver o que e possível na segunda. Gostava, mas não acredito que o título [Serie A] seja possível, tem de ser a pouco e pouco".

Mercado: "Podemos fazer contratações como a do Patrício, que fez 54 jogos e salvou-nos hoje com uma grande defesa. Estou velho demais para desejar coisas mas a quem me deseja mal e agora vou de férias".