José Mourinho apresentado na Roma: "Antecipo uma pergunta..."

José Mourinho apresentado na Roma: "Antecipo uma pergunta..."

Técnico luso falou em conferência de Imprensa, orientando esta quinta-feira o primeiro treino dos romanos

O técnico José Mourinho foi esta quinta-feira apresentado na Roma, sucedendo a Paulo Fonseca. É o regresso do treinador luso a Itália, numa cerimónia em que também esteve Tiago Pinto e era possível ter a Basílica de São Pedro como pano de fundo.

"Antecipo uma pergunta, se estou aqui pela cidade. Não, não estamos aqui de férias. Temos de trabalhar", disse o técnico português.

Antes, o setubalense deixou alguns agradecimentos, explicando o que o levou a aceitar o desafio.

"Quero agradecer aos adeptos pela receção calorosa, foi incrível e eu ainda não fiz nada. Agradeço ao clube e à família Friedkin, a forma como me acolheram foi fantástica e fiquei impressionado. Dan e Ryan têm um projeto claro, querem construir um futuro. Às vezes a palavra não existe no futebol, mas desta vez existe e é crucial. A Roma não quer sucesso hoje, querem um projeto sustentado para o futuro, trabalhando com paixão. É por isso que estou aqui", afirmou.

Pelo meio, Mourinho foi-se mostrando bem-humorado e satisfeito por regressar ao futebol italiano. "Tive de mudar de telefone três vezes, porque têm sempre forma de o arranjar. Brincadeiras à parte, é incrível estar de volta. Tive saudades de Itália, mas há muito trabalho a fazer".

No início desta nova aventura, o treinador afirmou que vai "conhecer os jogadores" e que "há princípios inegociáveis". "Quero cem por cento de toda a gente", vincou.

Passando quarentena em Trigoria, o novo timoneiro dos romanos contou que falou "com muita gente", mas nunca com eventuais reforços como Gigio Donnarumma ou Sergio Ramos. "Falei com o Tiago, com os proprietários, mas não com jogadores."