Mourinho pediu respeito e recebeu um conselho: "Quando fores criticado, engole"

 foto Peter Powell/EPA

Sven-Goran Eriksson abordou o episódio protagonizado pelo treinador após a derrota com o Tottenham.

José Mourinho pediu respeito na conferência de imprensa após a derrota por três golos sem resposta frente ao Tottenham, numa atitude que merece alguns reparos por parte de Sven-Goran Eriksson. O treinador sueco, que já orientou o Benfica, Manchester City e a seleção inglesa numa vasta carreira, considera que o ideal é Mourinho manter-se tranquilo e concentrado no trabalho.

"É sempre assim, quando se é criticado como treinador, e eu fui muitas vezes em Inglaterra, fora de Inglaterra e em todo o lado, é melhor ficar calado. Não te tentes defender, porque os resultados defendem-te. Apenas pelos resultados te podes defender e isso está no papel, lê, não fales sobre isso", afirmou, citado pela Sky Sports.

Eriksson continuou: "Especialmente quando se começa a discutir com a imprensa, nunca se ganha. Perde-se sempre porque se és o jornalista, tens a última palavra. Portanto, mantém-te calado, põe a cabeça no lugar e vai trabalhar, mostrar às pessoas que no próximo jogo vamos jogar bom futebol e ganhar".

"Penso que é a única forma de responder, agora estou a falar de mim e de como fui. Não comeces a falar sobre "mostra-me respeito". Respeito é toda a gente saber o que fiz no futebol, eu saber o que fiz, no que sou bom e no que não sou bom", sublinhou. "Quando fores criticado, engole", rematou.