Mourinho e o dérbi romano: "O futebol italiano melhorou muito, mas árbitro e VAR arruinaram o jogo"

José Mourinho, treinador da Roma

 foto AFP

Mourinho manifestou desagrado pela atuação de Marco Guida e do videoárbitro no jogo de cartaz da sexta ronda da principal liga italiana. Técnico viu superioridade giallorrossi

Derrotado no primeiro dérbi romano disputado na carreira, em função da vitória (3-2) da Lázio sobre a arquirrival Roma, José Mourinho, por entre elogios ao desenvolvimento do calcio, denotou que a arbitragem influenciou o desfecho do duelo da Serie A.

"O futebol italiano melhorou muito desde há 10 anos. A qualidade, a abordagem ofensiva, a vontade de vencer, tudo melhorou. Mas hoje, aqui, infelizmente, o árbitro e o VAR arruinaram um jogo fantástico, pois não estiveram à altura desta partida", afirmou o treinador português, em declarações ao jornal italiano DANZ.

Considerado que a Roma se exibiu a melhor nível do que a Lázio, Mourinho reclamou uma grande penalidade antecedente ao golo marcado pelo espanhol Pedro Rodriguez e reiterou a opinião negativa sobre o trabalho da equipa de arbitragem.

"Acho que a Roma foi melhor em campo. Sofreu três golos, cometeu erros, mas (...) o segundo golo foi uma situação em que esperava um penálti a favor e não um contra-ataque. Dominámos, causámos enormes problemas, mas a Lázio controlou os minutos finais da forma que quis porque o árbitro permitiu", acrescentou o português.

A derrota no dérbi deixou a Roma na quarta posição da classificação da Serie A, com 12 pontos, pelo que desperdiçou a chance de igualar, à condição, o vice-líder Nápoles. A prova é liderada pelo Milan, enquanto a Lázio subiu à sexta posição.