Mourinho admite que "não esperava passar por tantos problemas"

.

 foto EPA

O plantel da Roma tem sido desfalcado, ora por lesões, ora por casos de covid-19, e José Mourinho refere que não esperava tantas dificuldades.

Na antevisão ao encontro frente ao CSKA Sofia, da Conference League, José Mourinho admitiu que não esperava estar a "passar por tantos problemas" nestes primeiros tempos ao comando da Roma. O plantel tem sido fustigado por algumas lesões e, mais recentemente, por casos de covid-19, que condicionam as opções do treinador.

"Quero dar aos adeptos resultados diferentes do que temos tido. Desde o início que sabia o desafio que tinha pela frente, mas não esperava passar por tantos problemas. Estamos a reconstruir um plantel e as lesões, os casos de covid-19, as suspensões... Tudo isto junto é demasiado quando jogas contra uma equipa como o Inter. Mas continuamos unidos e serenos. Com o plantel que tenho só podemos pensar em ir jogo a jogo", referiu, na conferência de imprensa em que anteviu o duelo com os búlgaros.

A Roma está ainda com hipóteses de passar o Grupo C no primeiro lugar, o que garante a passagem direta à próxima fase - o segundo colocado terá de jogar um play-off -, mas está dependente do resultado do Bogo/Glimt com o Zorya. Se os romanos vencerem e os noruegueses não ganharem, são os italianos que passam como primeiros.

Mourinho revelou também que Rui Patrício, Smalling e Mkhitaryan não vão viajar com a equipa, pois necessitam de descansar.