Invasão do relvado, distúrbios e não só: UEFA abre processo após final de Wembley

Invasão do relvado, distúrbios e não só: UEFA abre processo após final de Wembley
Redação com Lusa

Tópicos

Lista de acusações inclui invasão do campo por adeptos, arremesso de objetos, distúrbios durante o hino nacional e utilização de artefactos pirotécnicos

A UEFA anunciou, esta terça-feira, ter aberto um procedimento disciplinar contra a Federação Inglesa de Futebol (FA), com base nos incidentes ocorridos na final do Euro2020, disputada no passado domingo, em Londres, entre a Inglaterra e a Itália.

A lista de acusações produzida pelo organismo inclui a invasão do terreno de jogo por adeptos, o arremesso de objetos, distúrbios durante o hino nacional e utilização de artefactos pirotécnicos por adeptos.

O caso vai agora ser analisado pela Comissão de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA (CEBD). Separadamente, foi nomeado um Inspetor de Ética e Disciplina para conduzir uma investigação aos eventos que envolveram adeptos, ocorridos dentro e à volta do estádio de Wembley.

A UEFA acrescenta ainda que dará mais informações à medida que o processo disciplinar for avançando.