Dalot e a chamada da Seleção: "Episódio caricato, estava a entrar no restaurante"

O jovem lateral, de 22 anos, chegou esta noite à unidade hoteleira em que está instalada a comitiva portuguesa,

Diogo Dalot já se encontra integrado na seleção portuguesa, em Budapeste, depois de ter substituído João Cancelo na lista de convocados para o Euro'2020.

O jovem lateral, de 22 anos, chegou esta noite à unidade hoteleira em que está instalada a comitiva portuguesa, na ilha Margarida, juntando-se aos restantes jogadores chamados pelo selecionador Fernando Santos para a fase final da competição.

"Foi sem dúvida um episódio caricato, estava de férias e preparava-me para entrar num restaurante quando recebi uma chamada de Portugal. Foi um momento especial, há muito tempo que ambicionava estar na seleção A e foi um enorme motivo de orgulho, muito feliz. As circunstâncias não são as melhores para o João Cancelo. Tive a oportunidade de falar com ele, ter o apoio dele num momento destes é fantástico, é um grande exemplo para mim, também por tudo o que já fez na Seleção e desejo-lhe as melhoras como é lógico", disse o lateral do Milan.

"Estaremos todos também a jogar por ele. Pelo que sei e ouvi dizer, este é um grupo bastante unido e espero integrar-me bastante rápido e poder ajudar da melhor maneira. Tive pouco menos de uma semana para descansar de uma época que já vai longa. E que ainda não terminou. Estou aqui de corpo e alma e fisicamente pronto para ajudar a seleção", finalizou Dalot.

Esta é a primeira vez que Dalot é chamado à seleção principal de Portugal, poucos dias após ter ajudado os sub-21 lusos a atingirem a final do Europeu da categoria, na qual perderam com a Alemanha, por 1-0, em Ljubljana, na Eslovénia.

Na última temporada, o lateral formado no FC Porto representou os italianos do AC Milan, por empréstimo do Manchester United, tendo somado 33 encontros e dois golos pelos "rossoneri", que estão a tentar prolongar a cedência junto dos ingleses por mais uma época.