Franceses confiantes? João Mário deixa-lhes um aviso

Franceses confiantes? João Mário deixa-lhes um aviso
Manuel Casaca, enviado especial a França

Tópicos

Médio da seleção portuguesa não quer saber do favoritismo atribuído à França. Portugal quer ganhar e ponto final.

A primeira reação portuguesa depois de conhecido o adversário de Portugal na final do Europeu chegou de João Mário. O médio da seleção portuguesa falou aos jornalistas na manhã desta sexta-feira e deixou uma garantia: Portugal vai com tudo para derrotar a França, mesmo que as probabilidades, segundo as contas dos gauleses, estejam contra.

"Probabilidades não ganham jogos. Podem acreditar nisso, mas 100 por cento dos portugueses acreditam que Portugal irá vencer", atirou João Mário.

"A França: é um excelente adversário, joga em casa. Tem vindo como nós a fazer uma excelente prova. Chegou à final com todo o mérito. Vamo-nos preparar para conseguir vencer. Já tínhamos visto vários jogos, tanto da França como da Alemanha. Nada nos surpreende", continuou.

"O mister desde o primeiro dia passou a ideia que podíamos vencer o Europeu. Com o passar do tempo o grupo foi acreditando cada vez mais que era possível. Na final qualquer equipa pode ganhar. Contra a Suécia (final do Europeu sub-21 no último ano) éramos favoritos e acabámos por perder. Tenho a certeza que todo o grupo pensará que é o jogo da sua vida", apontou João Mário.

O JOGO questionou o jogador do Sporting sobre a condição física (Portugal tem mais um dia de descanso) e também no que toca à final ganha pela Grécia em 2004, que bem pode agora servir de inspiração. "As questões físicas contam pouco. Contra a Croácia também tivemos menos tempo de recuperação e conseguimos vencer", respondeu. "A Grécia conseguiu vencer, infelizmente. Não nos achamos favoritos, mas acreditamos muito, respeitando a seleção francesa. É uma oportunidade única para Portugal", comentou, sobre o segundo tema.