"Lesão de CR7 favoreceu Portugal" diz agora Lloris

"Lesão de CR7 favoreceu Portugal" diz agora Lloris

A lesão de Cristiano Ronaldo na final do Euro'2016 "quebrou o ritmo do jogo" e favoreceu a seleção portuguesa de futebol, que se sagrou campeã ao vencer a França por 1-0, após prolongamento, disse esta quarta-feira o guarda-redes Hugo Lloris.

"Quebrou o ritmo do jogo e isso foi muito enervante. Ronaldo é um grande jogador, pelo qual tenho muito respeito, mas ele quebrou realmente o ritmo. E isso tornou a equipa portuguesa mais sólida, porque passaram a ser 11 jogadores a defender", disse o guarda-redes francês em entrevista publicada esta quarta-feira no diário L'Equipe.

O capitão da seleção portuguesa saiu em lágrimas do relvado do Stade de France, em Saint-Denis, logo aos 25 minutos do jogo decisivo, lesionado no joelho esquerdo, em consequência de uma falta do médio francês Dimitri Payet.

Lloris e a França, anfitriã da fase final do campeonato, foram batidos no prolongamento com um golo do suplente Éder, aos 109 minutos, o que permitiu a Portugal sagrar-se pela primeira vez campeão europeu de futebol.

"Começámos a duvidar [da vitória] durante o prolongamento e os portugueses passaram a ter uma vantagem psicológica, talvez por já terem passado por essa situação durante a competição", observou o guarda-redes dos ingleses do Tottenham.