"Se Ronaldo tivesse vindo uma semana mais cedo tinha pedido para sair"

"Se Ronaldo tivesse vindo uma semana mais cedo tinha pedido para sair"
Redação

Palavras de Edinson Cavani, avançado do Manchester United.

Edinson Cavani admitiu, em entrevista à ESPN, que lhe passou pela mente deixar o Manchester United quando foi confirmado o regresso de Cristiano Ronaldo a Old Trafford, no fecho do passado mercado de verão.

"No momento em que aconteceu, achei bom que o Manchester United contratasse o Cristiano. Mas conhecendo o mundo do futebol como conheço atualmente, a primeira coisa que fiz foi ligar ao meu irmão [também é empresário do avançado] e dizer: 'Fernando, se isto tivesse acontecido há uma semana, tinha-te pedido para ir para outro clube", confidenciou.

O uruguaio explicou, todavia, que gosta de alinhar ao lado do capitão da Seleção Nacional. "Não é que eu não quisesse jogar com o Cristiano Ronaldo. Tive a oportunidade de o conhecer. É um grande profissional, com os seus objetivos, e isso é perfeito para os desportistas. Mas conhecendo o futebol como conheço... foi por isso que falei com o meu irmão", vincou.

Não era o lugar como titular que incomodava Cavani, "mas sim muitas coisas no futebol de hoje que são diferentes", como referiu, sem aprofundar o motivo. "Então pensei: joguemos e façamos o melhor".

Cavani tem sido atormentado por problemas físicos e leva 18 jogos, com dois golos marcados, esta temporada, ao serviço do United, com qual está em final de contrato. "Vivi situações difíceis, diferentes das que enfrentei no ano passado. Para mim, não há segredos no futebol, já foi tudo inventado. Tenho uma visão que ninguém vai mudar", terminou.