Ronaldo "poupa" mais de um milhão de euros à OMS com duas publicações

Ronaldo "poupa" mais de um milhão de euros à OMS com duas publicações

Organização Mundial de Saúde tem em Ronaldo um poderoso aliado na divulgação de informação.

Mais de um milhão de euros, concretamente 1,153 milhões, foi quanto Cristiano Ronaldo "poupou" à Organização Mundial de Saúde com duas publicações que fez na rede social Instagram. Nos passados dias 13 e 20 de março, o avançado da Juventus fez eco das recomendações da OMS, primeiro numa mensagem em que convidava os seguidores a cumprir os conselhos daquela entidade; depois, ao republicar um conteúdo da própria OMS onde se resumiam os comportamentos adequados a ter nestes tempos de covid-19.

Com mais de 210 milhões de seguidores, Ronaldo é o número um em popularidade nesta rede (um em cada cinco utilizadores seguem-no!), daí que o alcance destas duas publicações merecessem um estudo por parte de uma agência dedicada a audiências. Segundo a "The Metrics Factory", que é citada pelo prestigiado diário francês "L"Équipe", a OMS precisaria de investir 1,153 milhões de euros numa campanha de marketing no Instagram (calculada com base nos valores médio de publicidade paga naquela rede) para obter semelhante repercussão com os seus "posts", que geraram 40 vezes menos visualizações do que os de CR.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

Estima aquela agência que as duas publicações em causa do jogador português, que geraram 7,9 milhões de "gostos" e mais de 98 mil comentários, obtiveram 666,4 milhões de visualizações. A empresa analisou também o teor dos comentários às publicações de Ronaldo, concluindo que só 18% foram negativos - alguns criticavam o facto de ele poder estar em casa enquanto eles tinham de ir trabalhar, outros o poderio financeiro para ter comprado uma ilha privada junto à Madeira para passar o confinamento com a família, como terão dito supostas notícias...