"Quando Ronaldo disse que queria sair da Juventus, só pensámos numa coisa"

"Quando Ronaldo disse que queria sair da Juventus, só pensámos numa coisa"
Redação

Direção da Juventus decidiu traçar um novo plano desportivo em função da saída do craque português

Ainda a digerir a saída de Ronaldo da Juventus, após três épocas em Turim, o diretor de futebol bianconeri confessou que, assim que soube da vontade do atleta em deixar Itália, focou-se em alterar a estratégia desportiva e não substituir diretamente o craque.

"Quando o Ronaldo nos disse que queria ir embora, só pensámos numa coisa. E não foi: 'o Cristiano vai sair, temos de substituí-lo, mas sim 'o Cristiano vai embora, temos de antecipar o futuro'" da equipa, afirmou Federico Cherubini.

Em declarações, feitas esta sexta-feira, ao diário transalpino Tuttosport, o responsável da Juventus, confrontado com a aquisição de Moise Kean logo após a venda de Ronaldo, assegurou que o avançado italiano representa a mudança de paradigma.

"O Moise Kean não é o substituto do Ronaldo, mas sim o elemento de um plano desportivo para continuar a ganhar no futuro, apenas com um projeto diferente", completou Federico Cherubini.

O pedido de saída de Ronaldo da Juventus, confirmado pelo técnico Allegri, surgiu poucos dias depois de ter sido suplente utilizado na equipa italiana durante a visita ao terreno da Udinese, alinhando em apenas 31 minutos.