Real Madrid nega ter pressionado Ronaldo a pagar a Kathryn Mayorga

Real Madrid nega ter pressionado Ronaldo a pagar a Kathryn Mayorga

Clube merengue emitiu um comunicado a negar a informação avançada pelo Correio da Manhã.

O Real Madrid negou ter obrigado Cristiano Ronaldo a pagar a Kathryn Mayorga, que acusa o português de violação. Através de um comunicado publicado no seu site oficial, os merengues negam a informação avançada pelo Correio da Manhã, que afirma que o português foi pressionado pelo clube a pagar uma indemnização à norte-americana, que se situou acima dos 350 mil euros.

Face às acusações, o Real Madrid afirma que a informação é "completamente falsa e tenta difamar gravemente a imagem do clube", revelando ainda não ter "qualquer conhecimento da situação a que se refere o diário português acerca de Cristiano Ronaldo e, por isso, não podia exercer nenhuma ação sobre algo que desconhecia em absoluto".

Refira-se que o advogado de Ronaldo no caso, Peter S. Christiansen, afirmou que "o que aconteceu em Las Vegas, em 2009, foi completamente consensual" e que os documentos "são puras invenções".