Cristiano Ronaldo põe United a mexer e saída é um cenário longínquo

Cristiano Ronaldo põe United a mexer e saída é um cenário longínquo

Clube vai acelerar contratação de um novo homem forte para o mercado face à insatisfação do avançado pela inércia na chegada de reforços.

Ainda a viver a ressaca de uma temporada que esteve longe dos mínimos exigidos, o Manchester United entrou em alerta vermelho à boleia das indefinições no plantel que Erik ten Hag terá à disposição para 2022/2023. Numa altura em que Manchester City e Liverpool, os dominadores na Premier League nas últimas temporadas, já asseguraram as contratações "galáticas" de Haaland e Darwin, os red devils têm passado por enormes dificuldades para garantir reforços de peso e a perspetiva de mais uma época em seco tem deixado Cristiano Ronaldo à beira de um ataque de nervos.

De acordo com a Imprensa inglesa, o internacional luso já demonstrou a insatisfação pela inércia do clube na contratação de reforços e, numa tentativa de apaziguar os ânimos de CR7, os proprietários do United já encetaram contactos para a contratação de um novo homem forte para o mercado de transferências que possa colocar ordem na casa. De acordo com notícia avançada pelo jornal inglês "Manchester Evening News", Michael Edwards (ex-Liverpool) e Lee Dykes (Brentford) são os nomes em cima da mesa dos proprietários do United para dar maior assertividade ao ataque a alvos definidos por Erik ten Hag, sendo que John Murtough continuaria intocável como responsável máximo do futebol do emblema de Old Trafford. Edwards ou Dykes vão ter a responsabilidade de gerir o orçamento de 233 M€ para transferências que Richard Arnold, CEO do United, garantiu existir numa recente conversa informal com adeptos do clube de Manchester.

Face a esta movimentação, Ronaldo estará disposto a dar o benefício da dúvida à Direção e, segundo a Sky Sports, colocou, para já, de lado a ideia de abandonar o United apenas um ano depois do seu celebrado regresso. Ontem, os ecos do alegado interesse do Bayern de Munique no capitão da Seleção Nacional ainda encheram as páginas de diversas publicações mundiais, mas o decacampeão alemão fez questão de encerrar a novela mesmo antes desta começar. "Ronaldo é um jogador de topo com uma carreira extraordinária, mas os rumores não são verdadeiros", afirmou Hasan Salihamidzic, diretor-desportivo do Bayern, num curto comentário à possibilidade de CR7 rumar ao futebol alemão, onde poderia lutar pelo título no quarto país diferente e teria claras hipóteses de voltar à ribalta na Champions, algo que vê difícil de acontecer em Old Trafford. Recorde-se que o capitão da Seleção Nacional, prestes a entrar no último ano de contrato com os red devils, também já foi apontado ao interesse da Roma e do Sporting pelo jornal "La Reppublica".

Primavera de falhanços
Desde o final da temporada transata, marcada por um sexto lugar na Premier League, que o colocou na órbita da Liga Europa, o Manchester United despediu-se de Paul Pogba, Nemanja Matic Jesse Lingard, Juan Mata e Edinson Cavani (todos em final de contrato) sem que tenham sido assegurados substitutos para nenhum dos cinco. E não foi por falta de tentativas. O primeiro dos falhanços primaveris do United foi, precisamente, na corrida ao concurso de Darwin, que acabou por trocar o Benfica pelo Liverpool.
Determinado a reencontrar-se com um jogador com quem trabalhou no Ajax, Erik ten Hag também tem feito força pela contratação de Frenkie de Jong, mas os números apresentados pelo United ainda estão longe dos 86 milhões de euros pedidos pelo Barcelona. Jurrien Timber, outro jogador lançado pelo treinador neerlandês no clube de Amesterdão, e Pau Torres (Villarreal) também têm sido apontados como alvos para o reforço do eixo da defesa, embora não se tenha registado a concretização do interesse em forma de proposta oficial. Revelação do Feyenoord em 2021/2022, o lateral-esquerdo Malacia juntou-se a Darwin no lote de jogadores que "fugiram" ao United: está a caminho do Lyon por 15 M€.