CR7 vai ficar eternizado na Madeira

CR7 vai ficar eternizado na Madeira

O capitão da seleção portuguesa, o madeirense Cristiano Ronaldo, regressa a 21 de dezembro à Madeira para ser condecorado pelo Governo regional e inaugurar um monumento em sua homenagem

O objetivo do programa promovido pelo Jornal da Madeira "é homenagear um madeirense de eleição" e assegurar que "o seu nome fique gravado para sempre e seja lembrado pelas gerações futuras", sobretudo pelo seu contributo para a divulgação desta região no panorama mundial.

Durante esta visita à Madeira, Cristiano Ronaldo, que tem nesta ilha onde nasceu um museu onde mostra os muitos troféus e conquistas durante a carreira, também receberá uma condecoração atribuída pelo governo madeirense, que o distingue por ter sido considerado mais uma vez como o "Melhor do Mundo", numa cerimónia que terá lugar na Assembleia Legislativa da Madeira.

A 6 de fevereiro deste ano, o presidente do parlamento madeirense, Miguel Mendonça, anunciou que a Comissão Permanente do parlamento regional decidira, por unanimidade, atribuir ao futebolista internacional português o Cordão Autonómico de Distinção, a mais alta condecoração desta Região Autónoma.

A entrega da insígnia, que é atribuída a "pessoas de real mérito e que personifiquem exemplo para a sociedade", tinha "data imprevisível" e ficou dependente da disponibilidade do futebolista.

Cristiano Ronaldo é o único jogador português candidato à Bola de Ouro 2014, numa lista que inclui 23 nomes de futebolistas bem conhecidos dos portugueses como Angel Di Maria.

O jogador, que conquistou o prémio em 2008 e 2013, venceu também a Bota de Ouro (melhor marcador dos campeonatos europeus), com 31 golos.