Avião com inscrição de apoio a alegada vítima de Ronaldo sobrevoou Old Trafford

Avião com inscrição de apoio a alegada vítima de Ronaldo sobrevoou Old Trafford
Redação

Grupo feminista britânico, autor da manifestação, quis reavivar as acusações que o craque português enfrentou, em 2019, por queixa de uma mulher por violação sexual

Enquanto Ronaldo fazia vibrar as bancadas de Old Trafford, no jogo de estreia ante o Newcastle, um avião com a mensagem "Confia em Kathryn Mayorga" sobrevoou o estádio do Manchester United, em apoio à alegada vítima de violação do craque.

A ação de manifestação foi levada a cabo por um grupo feminista britânico designado 'Level Up' com o intuito de "perturbar a fanfarra" do jogo e "lembrar às multidões" as acusações que recaíram, em 2019, sobre o capitão da Seleção Nacional.

Nesse ano, e após Mayorga, que Ronaldo conheceu num espaço noturno em Las Vegas, em 2009, Ronaldo negou as incriminações feitas pela mulher e não enfrentou qualquer acusação formal por parte dos procuradores da justiça norte-americana.

Mayorga, que afirmou ter sido agredida sexualmente por Cristiano Ronaldo na cidade balnear dos EUA, terá delineado um acordo extrajudicial com o atual jogador do Manchester United para deixar cair as alegadas acusações, tendo recebido um pagamento em troca.

Mais tarde, a dita vítima do futebolista português tentou a reabertura da investigação do caso, mas a polícia de Las Vegas, autor das primeiras averiguações, disse que as acusações "não poderiam ser provadas para além de uma dúvida razoável".

Ronaldo nunca negou publicamente que conheceu a Mayorga, mas garantiu, à justiça norte-americana, que o encontro de cariz sexual com a mulher foi consensual.