"Ronaldo é duro como botas velhas. Seria sempre um grande jogador"

Alex Ferguson e Cristiano Ronaldo

 foto ANTÓNIO AZEVEDO

Histórico treinador do Manchester United, Alex Ferguson, em entrevista concedida ao "The Guardian".

Alex Ferguson, lendário treinador do Manchester United, em longa entrevista concedida ao "The Guardian" a propósito do documentário sobre a sua vida, feito pelo filho, falou sobre Cristiano Ronaldo, que considera ser "duro como botas velhas", dando-o como exemplo por ter aquilo que considera ter sido a chave para tornar-se um treinador de sucesso.

"Lembro-me do meu primeiro jogo como treinador, em 1974 [no comando técnico do St. Mirren]. Perdemos com o Albion Rovers, por 5-3. Fui para casa naquele noite e disse a mim próprio: "Se não incutir dureza mental nos meus jogadores, nunca terei sucesso como treinador"", começou por recordar o antigo treinador dos red devils.

"Certifiquei-me de que os futebolistas conseguiam lidar com as pressões e desafios de serem jogadores de topo. Tentei sempre que tivessem aquele talento de serem mentalmente duros. Tive muita sorte. O Aberdeen tinha alguns jogadores mentalmente duros. No [Manchester] United, todos os jogadores eram mentalmente duros", continuou.

Ferguson deu depois o exemplo do internacional português: "Ronaldo é duro, sinceramente, como botas velhas. Ele seria sempre um grande jogador, porque tinha tudo lá em cima".

"Tivemos um papel importante nisso, porque Eric Harrison, o treinador de juniores, tornou tudo mais duro para os jovens. Ele dizia: "Se não tens dureza mental, nunca chegarás à equipa principal do United"", contou, revelando depois, no entanto, que o espírito do Manchester United, naquela altura, não passava tanto por Ronaldo e Keane como as pessoas pensavam.

"As pessoas têm uma opinião do Manchester United em termos de grandes jogadores como Ronaldo e Keane. Mas o espírito daquele clube, na minha altura, passava pelos jovens, como Beckham, Giggs, Scholes e os Nevilles", concluiu sobre o tema.