Rio Ferdinand e a postura de Ronaldo no banco: "Se eu fosse o treinador, diria para se sentar"

.

 foto EPA

O internacional português não conseguiu estar parado, levantando-se e colocando-se em diversas ocasiões ao lado do treinador Ole Gunnar Solskjaer para dar indicações aos companheiros.

Rio Ferdinand, antigo jogador do Manchester United, comentou as reações de Cristiano Ronaldo no banco dos "red devils", depois de ter sido substituído já na segunda parte e depois do golo do empate do Young Boys, que viria a triunfar por 2-1 nos minutos finais daquele que foi o primeiro jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões.

É que o internacional português não conseguiu estar parado, levantando-se e colocando-se em diversas ocasiões ao lado do treinador Ole Gunnar Solskjaer para dar indicações aos companheiros de equipa.

"Se eu fosse o treinador, diria para se sentar", começou por atirar, defendendo-o de seguida.

"Mas percebo-o, é um rapaz apaixonado, quer ganhar, necessita de ganhar e não consegue aguentar-se [sentado]. Se isso implica que tenha de se levantar e pôr-se ao lado do treinador a dar instruções, que assim seja", concluiu em declarações à BT Sport.