Rangnick explica substituição de Ronaldo: "Quando ele for treinador, perceberá"

.

 foto AFP

Internacional português não gostou de ser substituído, mas Rangnick diz que pensou no bem da equipa e do próprio jogador.

Ralf Rangnick substituiu Cristiano Ronaldo aos 71 minutos do Brentford-Manchester United e o avançado não ficou nada satisfeito com a decisão do treinador. No final do encontro, em declarações à imprensa, o alemão explicou o que lhe disse o português e o porquê de ter decidido tirar o futebolista de campo.

"Ele disse-me 'porquê eu? Por que me tiraste de campo?' Eu disse-lhe que tinha de tomar a decisão pela equipa, pelo clube. Talvez dentro de alguns anos, quando for treinador, perceberá. Não esperava que ele me abraçasse depois de o ter tirado. Sei como pensam os goleadores e aquilo que os motiva, mas as minhas decisões são com base no interesse da equipa. Não tenho qualquer problema com o Cristiano", referiu.

"Ele quer marcar golos, mas tenho de ter consciência de que vamos voltar a jogar daqui a três dias e o Ronaldo regressou de lesão. Era preciso defender o 2-0 e a decisão certa era mudar para um sistema de cinco defesas. Recordo que no jogo com o Aston Villa deixámos escapar a vitória. Na altura fiquei chateado comigo mesmo por não ter mudado, desta vez não ia cometer o mesmo erro. O Ronaldo tem 36 anos, está em grande forma, não coloco isso em questão, mas quando és treinador vês o jogo com outros olhos. O meu trabalho é tomar decisões que sirvam os melhores interesses da equipa e do clube", disse ainda.

O Manchester United venceu o Brentford por 3-1, para o campeonato.