"Os jogadores do Manchester United devem calar-se e ouvir Ronaldo"

Ronaldo regressou a Manchester esta época

 foto AFP

Palavras de Louis Saha, antigo avançado francês.

Cristiano Ronaldo não digeriu da melhor maneira a substituição frente ao Brentford, jogo que os red devils venceram por 3-1, num momento que originou algumas críticas ao português. Louis Saha, antigo avançado internacional francês, saiu em defesa do craque

"Se há um jogador que tem o direito de dizer o que pensa no balneário é ele", atirou o antigo companheiro de CR7 no Manchester United, em declarações reproduzidas pelo jornal "Mirror". "Se não te sentes intimidado pelo teu deus, não tens respeito. Não estou a dizer que os jogadores devem considerá-lo um deus, mas ele será recordado como um dos melhores jogadores que o mundo alguma vez viu", disse ainda Saha.

"Se os jogadores não respeitam o que ele diz, não é normal. Eles deviam ouvi-lo. Deviam absorver cada pequeno conselho, porque ele teve sucesso ao longo de toda a carreira. Os jogadores do Manchester United devem perguntar-se: 'quero ser um vencedor como ele?'. Se sim, têm de ouvi-lo, têm de ser tão dedicados como ele nos treinos e têm de se concentrar em evoluir todas as semanas. Têm de ser humildes, trabalhar e calarem-se", finalizou.

Recorde-se que Ralf Rangnick, treinador do United, abordou o episódio no final do encontro, isto depois de uma conversa com Ronaldo no banco, na qual o avançado surgia já mais descontraído.