Cassano volta ao ataque: "Ronaldo devia fazer um favor a si próprio e retirar-se"

Cristiano Ronaldo

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

Cassano, antigo futebolista, defende que Cristiano Ronaldo já não consegue atingir o nível a que se habituou e que, por isso, devia decidir terminar a carreira.

O antigo futebolista Antonio Cassano entende que está na hora de Cristiano Ronaldo colocar um ponto final na carreira. O italiano, de 40 anos, diz que tem "muito respeito" pelo internacional português e até o apelidou de "fenómeno", mas considera que o jogador do Manchester United "tem de entender" que já não pode "chegar a um certo nível".

"Chegados a este ponto, o Cristiano deveria querer retirar-se, fazer um favor a si próprio e entender que, se não pode chegar a um certo nível, deve terminar a carreira. Ganhou tudo, foi um fenómeno. Mas agora está na hora de se retirar", opinou o antigo dianteiro de Roma, Real Madrid, Sampdória, Milan, Inter e Parma, em declarações no podcast "Muschio Selvaggio".

Cassano, que já por várias vezes criticou CR7, fez ainda uma comparação com Messi. "Tenho muito respeito pelo Cristiano, mas não gosto dele como jogador. O Messi é como o Maradona. Teve que sair da Argentina com 14 anos e enfrentou sérios problemas físicos. Isso são sacrifícios...", apontou.