Bruno Alves pensou retirar-se após sair do Famalicão e foi Ronaldo quem o "impediu"

Bruno Alves e Cristiano Ronaldo ao serviço da Seleção Nacional

 foto António M. Simões / Global Imagens

Telefonema e palavras de Cristiano Ronaldo foram decisivos.

Bruno Alves, que no mercado de transferências de verão surpreendeu ao assinar pelo Famalicão por duas temporadas, saiu do emblema famalicense após três semanas. Depois, o experiente central acabou por rumar à Grécia, onde continua a sua carreira no Smyrnis.

Mas a verdade é que, depois da rescisão com o Famalicão, o antigo central de clubes como FC Porto e Parma esteve mesmo para arrumar as botas... e foi um telefonema de Cristiano Ronaldo que o impediu.

"[Cristiano Ronaldo] Disse-me: "Tens de continuar a jogar. Cuidas de ti e estás em boa forma. Sei o quanto gostas de futebol, por isso não desistas". Mudou a minha decisão", começou por revelar ao Sport24.

"Foi um grande apoio do melhor do mundo. Se Cristiano [Ronaldo] diz para continuar, então é porque posso realmente continuar", concluiu Bruno Alves.