Um português no centro da polémica: treinador pediu desculpa após chamada errada

Um português no centro da polémica: treinador pediu desculpa após chamada errada
Duarte Tornesi/Pedro Ribeiro

Tiago Rodrigues nem se apercebeu da confusão em que centrou atenções por um lapso de Ljupko Petrovic, treinador do CSKA Sófia.

Sem se aperceber, Tiago Rodrigues centra as atenções numa polémica que está a abalar o futebol búlgaro e, sobretudo, o CSKA Sófia.

Tudo devido a um alegado engano do treinador Ljupko Petrovic que, segundo a Imprensa local, não queria que o médio português substituísse um companheiro de equipa durante o triunfo sobre o Botev Plovdiv (1-0) no último sábado. A polémica foi tal que motivou na terça-feira uma reunião entre os dois, com o responsável técnico a "pedir desculpas" ao jogador, conforme este explicou a O JOGO.

Este treinador sérvio, de 72 anos, estava na bancada a cumprir castigo e aos 60" não terá aprovado a decisão do seu adjunto em lançar o médio luso. Por isso pegou no telefone para entrar em contacto com o banco, o que é proibido pelos regulamentos, mas enganou-se e ligou insistentemente para um jornalista a criticar a alteração e sem se aperceber que estava a falar com a pessoa errada. "Nem me apercebi do que se passou. Só através das mensagens que recebi e, depois, ao ver a Imprensa", começou por explicar Tiago Rodrigues a O JOGO, salientando que na reunião Ljupko Petrovic "pediu desculpas e disse que nada do que foi noticiado correspondia à verdade".

Garantindo sentir-se "bem no CSKA", o médio de 27 anos e com contrato por mais duas épocas e meia, explicou que o clube "luta contra tudo e todos" face às dificuldades que enfrenta". Uma delas, e segundo a Imprensa local, é a impossibilidade de contar com Bodurov, central que foi afastado do plantel por decisão do proprietário e é titular na seleção da Bulgária...