Prostituição, armas e drogas: a receita da detenção de um árbitro internacional

Prostituição, armas e drogas: a receita da detenção de um árbitro internacional
Redação

Slavko Vincic terá sido apanhado com nove mulheres, numa operação em que a polícia ainda confiscou cocaína e armas.

Slavko Vincic, árbitro esloveno, habituado a apitar jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, foi detido por alegado envolvimento com uma rede de prostituição, avançou esta sexta-feira o jornal croata 24Sata. O juiz foi ainda associado a tráfico de armas e drogas.

Ao que tudo indica, o árbitro terá sido encontrado dentro de uma cabana em Bijeljina, na Bósnia e Herzegovina, com nove mulheres e 26 homens, tendo a polícia apreendido ainda armas e cocaína.

Segundo a publicação, Slavko Vincic era um dos visados de uma investigação que tinha como principal suspeita Tijana Maksimovic, mulher acusada de prostituição e proxenetismo.