Mike Tyson fuma 40 mil dólares em canábis por mês

Mike Tyson fuma 40 mil dólares em canábis por mês

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O sócio dele não soube responder com precisão à questão de quanto consumiam juntos, referindo que seriam certamente dez toneladas. O ex-pugilista e Eben Britton, antigo jogador da NFL, têm uma plantação de marijuana de 16 hectares

A vida do antigo boxeador Mike Tyson dá certamente um livro ou um filme no futuro. Mas por enquanto, vai dando muitas histórias para alimentar os meios de comunicação. A mais recente e estrambólica surgiu através de um podcast no qual fala com o seu sócio Eben Britton, antigo jogador de NFL. "Quanta marijuana fumamos por mês? Uns 40 mil dólares, não?", perguntou Tyson ao sócio, que responde: "Não sei, mas certamente umas 10 toneladas por mês".

As declarações refletem uma vida de abusos e de extravagâncias e os números exagerados, quiçá sejam já fruto do consumo que descrevem.

O antigo pugilista, um dos maiores da história da modalidade, tem com o seu sócio uma plantação de canábis de 16 mil hectares, chamada Tyson Ranch (desde que a California aprovou a venda medicinal). Há dias disse que usava a urina dos filhos e um pénis falso nos controlos anti-doping; há anos pagou 10 mil dólares a um tratador de um circo em Nova Iorque para o deixar entrar numa jaula com um gorila que estava a fazer bullying a outros gorilas mais novos; tem um português, Mário Costa, a cuidar-lhe dos pombos pois é columbófilo; e voltando à canábis, chegou a reconhecer que consumiu a substância antes do combate com Golota em 2000, o que marcou o seu regresso após a dentada à orelha de Evander Holyfield. Estas são apenas algumas das histórias do antigo pugilista, que chegou a fazer aparições no cinema.