Mãe sacrificada em ritual, incesto e idade falsa: a história de N'Zigou, ex-Nantes

Mãe sacrificada em ritual, incesto e idade falsa: a história de N'Zigou, ex-Nantes

Antigo avançado gabonês contou a sua conturbada história de vida na igreja evangélica que frequenta diariamente.

Do Gabão surge uma das histórias mais insólitas e controversas dos últimos tempos do futebol, que tem como protagonista Shiva N'Zigou, antigo jogador do Nantes e da seleção daquele país africano.

Frequentador assíduo de uma igreja evangélica, o ex-futebolista contou, numa sessão de confissão, que a mãe foi vítima de um sacrifício mortal, num ritual levado a cabo pelo seu pai que tinha como objetivo impulsionar a carreira do filho.

"A minha mãe está morta porque foi sacrificada. Assinei muitos contratos e o meu pai queria o dinheiro todo. Disse-me que ia matar a minha mãe. Eu recusei essas ideias, mas ele fê-lo na mesma, porque achava que o espírito dela podia ajudar a minha carreira a evoluir", contou, num vídeo que foi partilhado por um jornalista gabonês nas redes sociais.

Mas as circunstâncias do falecimento da mãe não foram as únicas revelações feitas por N'Zigou: o jogador admitiu também ter adulterado a idade, além de ter mantido relações incestuosas com uma tia e a irmã.

"Tenho cinco anos a mais. Menti sobre a minha idade quando me mudei para França. (...) Tive relações com a minha tia e depois com a minha irmã. Deitei-me com a minha irmã", acrescentou o antigo futebolista.