Jogador holandês fingiu-se doente para ir ver o Ajax, mas foi apanhado e despedido

Jogador holandês fingiu-se doente para ir ver o Ajax, mas foi apanhado e despedido
Hugo Sousa

Jordie van der Laan, avançado do Telstar, da II divisão holandesa, inventou uma doença para faltar a um treino e viajar para Londres, onde assistiu ao Tottenham-Ajax. Foi despedido...

Há pelo menos dois motivos para Jordie van der Laan não esquecer tão cedo o recente Tottenham-Ajax: assistiu à vitória do clube do coração (1-0) em Londres, que pode valer o carimbo para a ambicionada final da Champions, e depois foi despedido por causa disso. Van der Laan é, também ele, jogador de futebol e acabou dispensado pelo Telstar, da II divisão holandesa, após ter sido apanhado pelas câmaras televisivas no estádio inglês, quando era suposto que estivesse doente. Essa foi a desculpa dada pelo avançado para faltar ao treino da equipa e embarcar rumo a Londres. O contrato terminava no verão, mas foi interrompido antecipadamente à conta deste episódio.

Nada que tenha transtornado muito Van der Laan, que admite o erro, embora tenha sublinhado que a história não está bem contada. Em declarações ao "IJmuider Courant", o jogador garantiu que avisara os dirigentes da mentira antes de assistir ao jogo e, por isso, estes não podem ter "ficado surpreendidos" quando o viram nas bancadas, via TV. "Tenho a noção de que é uma situação de algum embaraço. Tive uma conversa com o Piet [Buter, diretor do clube] e, de comum acordo, decidimos a rescisão", explicou.

Sobre o episódio, contou então o que se passara. "Disse-lhes que estava doente, porque me convenci de que não seria autorizado a faltar ao treino. Tomei a decisão porque o Telstar já não tinha nenhuma decisão em causa no campeonato e também porque, considerando os escassos minutos em que fui utilizado nos últimos jogos, as hipóteses de jogar contra o Jong PSV eram reduzidas. De qualquer maneira, não deveria ter ido a Londres", frisou. Em todo o caso, acrescentou o que considera ser uma atenuante. "Ainda antes do jogo avisei-os de que não estava doente e estava, isso sim, em Londres. Não foi surpresa quando me viram na TV", diz.

E até rematou o assunto com humor. "Foi estranho ver-me três vezes no ecrã, com a minha cabeça em tamanho gigante". Como não tem compromissos nem emprego, pediu, via redes sociais, que lhe fosse oferecido um bilhete para a segunda mão - hoje, em Amesterdão. E ao que parece, o pedido foi atendido.