Jogador expulso depois de confusão com apelido

Jogador expulso depois de confusão com apelido

Árbitro entendeu resposta como desrespeito, mas voltou depois atrás com a decisão

Sanchez Watt, jogador do Hemel Hempstead Town nem queria acreditar quando viu o cartão vermelho no jogo contra o East Thurrock, a contar para a National League, em Inglaterra.

Tudo começou com um simples cartão amarelo e o árbitro a perguntar-lhe o nome. E ele respondeu: "Watt." Depois tudo se tornou num mal entendido. O árbitro entendeu "What? - O quê?" e voltou a perguntar o nome. E o Watt respondeu o mesmo. O árbitro perguntou outra vez e perante a mesma resposta entendeu que o jogador o estava a desrespeitar e expulsou-o.

O jogador ficou incrédulo, mas foi depois salvo por um colega. Jordan Parkes, capitão de equipa, foi ter com o árbitro e explicou-lhe que o nome do colega era Watt, tendo o árbitro finalmente entendido a confusão. Dean Hulme, o juiz da partida, retirou depois o cartão e pediu desculpa pela confusão. "O árbitro foi homem o suficiente para reconhecer o erro", lembrou Dave Boggins, presidente do Hemel.