Cuenca aceita oferta, mas La Liga impede transferência por duvidar do salário apresentado

Cuenca aceita oferta, mas La Liga impede transferência por duvidar do salário apresentado

Isaac Cuenca já alinhou em clubes como Barcelona ou Ajax

Isaac Cuenca, que rescindiu contrato com o Hapeol Be'er Sheva, viu a transferência para o Reus ser abortada pela Liga Espanhola, que não aceitou o salário acordado entre o ex-Barcelona e o clube que milita no segundo escalão.

Depois de ter abandonado a formação israelita, a ideia de Cuenca passava por regressar ao clube da cidade natal como jogador livre, mas o órgão que gere os destinos do futebol profissional do país vizinho barrou a inscrição, colocando dúvidas quanto ao salário que surge no vínculo entre extremo de 27 anos e o Reus. Ou seja, acredita que o valor declarado é inferior ao real.

No Twitter, Cuenca não escondeu a indignação com a decisão tomada pela Liga Espanhola. "Resolvi a minha situação com o Hapoel Be'er Sheva, renunciando a ofertas interessantes para voltar a Espanha. Decidi aceitar a proposta do Reus, porque é o clube da minha cidade natal. Além disso, queria jogar em casa depois de algum tempo fora e para poder reencontrar-me com um futebol de máximo nível, como é o espanhol", escreveu o ex-Barcelona.

"Para minha surpresa e apesar dos esforços do clube, a La Liga negou-se a inscrever-me com o argumento de que o meu salário, independentemente do que acordei com o clube, estava num nível muito superior ao que estava estabelecido no contrato. Aceitei a mesmas condições económicas que os outros jogadores que se inscreveram. No entanto, a La Liga não atuou da mesma maneira no meu caso. Continuarei a trabalhar para jogar em Espanha", acrescentou Cuenca.