Diz que intervalo da Super Bowl foi "espetáculo pornográfico" e pede milhões de indeminização

Diz que intervalo da Super Bowl foi "espetáculo pornográfico" e pede milhões de indeminização

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Atuação de Shakira e Jennifer Lopez continua a dar que falar


Um homem natural do Ohio, nos Estados Unidos, vai processar a NFL e a patrocinadora da Super Bowl (Pepsi), exigindo 792 mil milhões de euros pelo "espetáculo pornográfico" que Shakira e Jennifer Lopez protagonizaram no intervalo.

"Estou a falar a sério. Vou procurar um advogado para processar a NFL, a Pepsi e a minha operadora de cabo... Todos os que forem necessários por emitir pornografia. Não sei se é este o termo indicado, pois não sou advogado", disse Dave Daubenmire num vídeo publicado no Facebook.

O homem, que também é treinador de futebol americano, prosseguiu: "Liguei a televisão para ver um jogo de futebol americano e não para ver um espetáculo pornográfico. Não liguei a televisão para ver as partes íntimas da J-Lo. O que vimos foi um show de striptease no intervalo do Super Bowl".

Esclarecendo que não mudou de canal, porque "não houve qualquer advertência prévia sobre o que ia acontecer", Daubenmire ainda defendeu: "Basta! A minha Bíblia diz-me que não posso levar um espetáculo destes diante dos meus olhos nem diante dos das crianças. Por que não apresentaram uma banda de uma escola secundária?"