Bar de golfe de Gareth Bale boicotado… ainda antes de existir

Bar de golfe de Gareth Bale boicotado… ainda antes de existir
Redação

O jogador do Real Madrid pretende abrir uma loja em Bristol, mas a associação de lojistas não está disposta a permitir horas noturnas.

Gareth Bale já deixou bem claro que não pretende prolongar a carreira de futebolista durante muitos mais anos. Inclusive, nos últimos dias, noticiaram em Espanha que o extremo deixaria o futebol se o País de Gales falhasse o apuramento para o Campeonato do Mundo do Catar (os "dragões" terão de disputar o play-off final contra o vencedor do duelo entre Escócia e Ucrânia, adiado devido à invasão da Rússia ao território ucraniano).

Desta forma, o galês está à procura de outros modelos de negócio que lhe permitam continuar a somar lucros no pós-futebol. Um dos projetos que tem em mente passa pela abertura de um bar voltado para o golfe, uma das suas maiores paixões, no porto de Bristol, no sudoeste de Inglaterra. Porém, segundo a BBC, os vizinhos querem cortar a ideia à nascença.

As instalações da loja ficariam localizadas perto de uma zona residencial e teriam o horário de encerramento das 00h30 de domingo a quarta-feira e das 01h30 de quinta a sábado, sendo um lugar para beber e aproveitar a vida noturna, o que acabou por não agradar aos proprietários residentes.

No ano passado, David Mair, presidente da associação de inquilinos da área e dono de 104 apartamentos, liderou o boicote à abertura de outro bar com intenções semelhantes. O local acabou por abrir conforme aquilo que estava inicialmente planeado, mas alterou o seu horário de funcionamento devido à insistência local.

A Câmara Municipal de Bristol admitiu a reclamação dos vizinhos para a ideia do camisola 18 merengue e, através da audiência do comité, vai avaliar o que fazer sobre este tema nas próximas semanas. Gareth Bale tenciona implementar ali o seu bar, inspirado no golfe, porque a zona é bastante movimentada e popular. Todavia, neste momento, ainda se desconhece se a proposta local fará com que o jogador de 32 anos, natural de Cardiff, repense a abertura, a mudança de área ou até a modificação dos horários relativamente àquilo que tinha previamente idealizado.