Treinador do Sintrense e o jogo com o FC Porto: "rigor" e "emoção à flor da pele"

Treinador do Sintrense e o jogo com o FC Porto: "rigor" e "emoção à flor da pele"
Redação com Lusa

Tópicos

Clube do Campeonato de Portugal considera receção na Taça ao FC Porto um bom teste para o jovem plantel.

O treinador do Sintrense, Hugo Falcão, considerou esta quinta-feira a receção ao FC Porto, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, um bom teste e um jogo de emoções fortes para o seu jovem plantel.

"É tentar manter o rigor diário. Estamos à procura do melhor resultado possível, mas acredito que será um bom teste para este grupo de jovens, num jogo em que a emoção está mais à flor da pele", afirmou, em conferência de imprensa.

O conjunto da Série E do Campeonato de Portugal ultrapassou Glória do Ribatejo (4-0) e Macedo de Cavaleiros (1-1 e 7-6 no desempate por grandes penalidades) para alcançar a terceira ronda e receber o primodivisionário FC Porto, na casa emprestada do Real Massamá.

"É muito importante termos um jogo destes no segundo ano de projeto, para perceber a diferença que existe entre uma equipa do Campeonato de Portugal e outra da I Liga. Sabemos os erros que cometemos este ano - e que não vamos voltar a cometer -, e é importante ver o que os jovens têm de fazer para chegar lá", expressou Hugo Falcão.

O também jovem treinador, de 30 anos, parte para a segunda temporada ao serviço da formação de Sintra, que conta com muita juventude, tendo apenas três jogadores no plantel acima dos 25 anos, mas confia na capacidade dos seus atletas.

"Foi uma semana boa, diferente da nossa rotina diária, pois este é um jogo com mais visibilidade. Em alguns momentos, tive de dar uma "dura" aos jogadores para voltarem a ser o que eram", revelou, em relação ao foco do plantel na preparação desta partida.

Hugo Falcão assume-se como um treinador "muito frontal e não muito sereno", um pouco à semelhança do timoneiro dos dragões, Sérgio Conceição, pois ambos vivem o jogo "intensamente", realçando estar à espera de um FC Porto "com a melhor equipa".

"Temos uma ideia do registo do FC Porto na Taça de Portugal. Vêm, de certeza, com a melhor equipa para vencer. Em termos de motivação, não existe qualquer risco, mas é preciso uma gestão emocional no pós-jogo, pois temos jogos para o campeonato mais importantes e que valem pontos", lembrou o técnico do oitavo classificado da Série E.

O Sintrense, da Série E do Campeonato de Portugal, recebe na sexta-feira o FC Porto, da I Liga, às 18:45, no Complexo Desportivo do Real Massamá, em Queluz, em partida da terceira eliminatória da Taça de Portugal.