Sintrense recebe FC Porto: "Houve situações em que o treinador nos teve de chamar à terra"

Sintrense recebe FC Porto: "Houve situações em que o treinador nos teve de chamar à terra"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Miguel Gouveia Pereira

Tópicos

António Alves, defesa do Sintrense, revela algum encantamento por enfrentar o FC Porto

António Alves foi titular no centro da defesa nos últimos jogos quatro jogos do Sintrense e deve manter a titularidade na sexta-feira, diante do FC Porto. O defesa diz-se preparado para enfrentar os atacantes adversários, independente de quem jogue. "Vai ser bom teste para a nossa linha defensiva, uma vez que todos queremos chegar àquele nível. Não sei se vão jogar as primeiras ou segundas linhas, mas temos de ter noção de que o adversário tem um coletivo muito forte e é nisso que temos de nos focar. Precisamos de ser uma equipa coesa", alertou o central, de 22 anos, que cumpre a primeira época no emblema de Sintra.

Para o defensor, "a semana foi dentro do que é normal e natural", embora reconheça que "o FC Porto tem jogadores de outro patamar". "Claro que há uma motivação extra, e houve situações que o treinador [Hugo Falcão) nos teve de chamar à terra", confidenciou António Alves.

O Sintrense, oitavo classificado da série E do Campeonato de Portugal, recebe esta sexta-feira o FC Porto, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal. Por ter transmissão televisa, o encontro não será no estádio da equipa, na Portela de Sintra, mas sim no Complexo Desportivo do Real.