Jogador do Fabril vai reencontrar Felipe Anderson: "Que eu consiga pará-lo"

Jogador do Fabril vai reencontrar Felipe Anderson: "Que eu consiga pará-lo"
Miguel Nunes Azevedo

Tópicos

Defesa-central ex-Trofense espera que amanhã "não seja o dia" do amigo Felipe Anderson, com quem jogou no Santos e diz que o Fabril tem de ter "personalidade" em campo para sacar um bom resultado

Depois de passagens por Bulgária, Azerbaijão, Irão, Japão e Índia, o brasileiro Jairo Rodrigues chegou nas últimas semanas ao Fabril e o duelo com os dragões marcará o reencontro com Felipe Anderson, com quem partilhou balneário no Santos e mantém contacto até hoje.

"Jogámos juntos três anos e falei com ele nos últimos dias. Não o vejo há muito tempo porque os nossos caminhos tomaram rumos diferentes. Revê-lo e poder competir contra ele vai ser um prazer. Na hora do jogo não lhe vou dizer nada, mas depois vou pôr a conversa em dia", admitiu a O JOGO o central de 27 anos, que na altura jogou também com Neymar, Ganso, Robinho, Danilo ou Alex Sandro.

"Parar o Felipe Anderson é complicado. Ele é muito inteligente. No futebol não há truques e espero que não seja o dia dele. Que seja o nosso e que eu consiga pará-lo a ele e a todos os jogadores do FC Porto", acrescentou.

Apesar de reconhecer o favoritismo do adversário, Jairo sublinha que o Fabril tem hipóteses. "Temos de ter personalidade e assumir que também somos uma equipa. O FC Porto é muito grande, tem jogadores com muita experiência, mas nós também temos o nosso valor e são onze contra onze. Temos de nos preparar mentalmente e saber que, contra equipas assim, não podemos errar. Quando se erra, eles marcam", alertou.

Sem promessas ou apostas feitas no balneário, o brasileiro revelou que o plantel sabe que este duelo poderá ser uma rampa de lançamento. "Sinto o grupo muito concentrado, ciente de que esta é uma oportunidade muito grande e que talvez não tenhamos outro jogo desta magnitude. O futebol é uma roda gigante e num dia estamos bem e noutro estamos em baixo, então temos de aproveitar e não acusar pressão. A pressão está toda no lado do FC Porto", rematou.

Defesa-central ex-Trofense espera que amanhã "não seja o dia" do amigo Felipe Anderson, com quem jogou no Santos e diz que o Fabril tem de ter "personalidade" em campo para sacar um bom resultado