Loucura em torno do Montalegre-Benfica: "Todos os dias recebo telefonemas de emigrantes"

Loucura em torno do Montalegre-Benfica: "Todos os dias recebo telefonemas de emigrantes"

Obras a decorrer e emigrantes a marcarem viagens para o Montalegre-Benfica.

As obras no Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira, casa do Montalegre, decorrem a um ritmo acelerado para que o recinto esteja pronto para a receção de 19 de dezembro ao Benfica, para a Taça de Portugal. Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal de Montalegre, visitou os trabalhos e revelou, até, que há emigrantes com viagens marcadas para virem à cidade ver a partida.

"O primeiro espaço a ser vistoriado foi o relvado e foi logo considerado impróprio. Já estava a precisar de uma intervenção e a visita ao Benfica foi o momento oportuno. Adaptamos as restantes condições para a transmissão televisiva que vai levar o nosso nome pelos quatro cantos do Mundo. Na próxima vistoria tudo tem que estar preparado para a aceitação da FPF. Já há viagens programadas. Os emigrantes fazem questão de vir assistir à partida", referiu.

José Viage, treinador dos raianos, também esteve a ver o andamento das obras e falou de uma "prenda de Natal antecipada". "O nosso desejo foi cumprido no sorteio. o nosso brinde foi o Benfica e foi uma festa enorme. Foi um presente de Natal antecipado. Neste momento somos, provavelmente, a equipa mais falada. Vejo a população muito entusiasmada. Não se fala noutra coisa. Há uma enorme preocupação sobre o facto de o jogo ser em Montalegre e é assim que querem. Todos os dias recebo telefonemas de emigrantes que querem informação sobre os bilhetes", adiantou.

Recorde-se que o Montalegre-Mirandela, da 14ª Jornada da Série A do Campeonato de Portugal, foi transferido para o Complexo Desportivo Francisco Carvalho, em Chaves, devido às obras na casa dos montalegrenses.