Golo de bicicleta de Davidson mantém Sporting da Covilhã na Taça

Golo de bicicleta de Davidson mantém Sporting da Covilhã na Taça

O Sporting da Covilhã, da II Liga, qualificou-se este domingo para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer por 1-0 no terreno do Joane, com um golo de pontapé de 'bicicleta' de Davidson.

O extremo brasileiro substituiu Luís Pinto após o intervalo e, logo ao minuto 47, apontou o tento solitário de uma partida marcada pela má exibição da turma de Filipe Gouveia na primeira parte e pela réplica da formação da Pró-Nacional, principal divisão da Associação de Futebol de Braga.

A formação serrana garantiu o controlo da bola desde os primeiros instantes, mas circulou-a constantemente de lado para lado, revelando falta de ideias para desbravar o caminho para a baliza de Sérgio.

A equipa de Famalicão, que garantiu o acesso a esta edição da Taça de Portugal depois de, no ano passado, ter atingido a final da Taça da associação distrital, apareceu em campo bem organizada na retaguarda e até criou a primeira situação de perigo aos 14 minutos, quando Zezé isolou-se, mas Igor, rápido a fazer a 'mancha', impediu o golo ao dianteiro.

O Sporting da Covilhã melhorou ligeiramente nos 15 minutos finais do primeiro tempo, acentuando a pressão junto da área minhota, e esteve perto de marcar aos 43 minutos, num remate de primeira, à entrada da área, de Gilberto, que obrigou a Sérgio a uma defesa difícil.

O lance acabou por prenunciar o golo 'verde e branco' na abertura do segundo tempo, com o recém-entrado Davidson a responder a um cruzamento da direita com um pontapé de bicicleta dirigido de cima para baixo, indefensável para Sérgio, aos 47 minutos.

O meio-campo e o ataque dos beirões surgiram bem mais dinâmicos após o reatamento, e o extremo perdeu, isolado, a oportunidade de 'bisar' no encontro, aos 55 minutos, mas a turma minhota adiantou-se no terreno na busca de anular a desvantagem, embora sem criar ocasiões para isso.

A formação da Covilhã controlou a toada da partida nos últimos minutos e ainda desperdiçou a oportunidade de dilatar a vantagem aos 90+4 minutos, quando Chaby atirou à trave.

Jogo no Campo de Barreiros, em Joane.

Joane - Sporting da Covilhã, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Davidson, 47 minutos.

Equipas:

- Joane: Sérgio, Mota (Francisco, 87), João André, Duarte Nuno, Tiago Gomes, Ruca (Bruno Machado, 53), Cesário (Meira, 70), Rúben, Rui Machado, Joãozinho e Zezé.

(Suplentes: Duarte, Cerqueira, Meira, Paulo Pereira, Rochinha, Francisco e Bruno Machado).

Treinador: Tiago Cunha.

- Sporting da Covilhã: Igor Rodrigues, Mike, Zarabi, Joel, Ofori, Djikiné (Chaby, 43), Gilberto, Prince, Harramiz, Luís Pinto (Davidson, 46) e Bokila (Ponde, 64).

(Suplentes: Igor Araújo, Zé Pedro, Soares, Diarra, Chaby, Davidson e Ponde).

Treinador: Filipe Gouveia.

Árbitro: Gonçalo Martins (AF Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Prince (60), Cesário (63), Joãozinho (74) e Meira (89).

Assistência: cerca de 500 espetadores.