"Este golo vai ficar na memória, para contar aos filhos e aos netos"

"Este golo vai ficar na memória, para contar aos filhos e aos netos"

Diogo Braz, autor do golo do Lusitano Vildemoinhos frente ao Sporting, falou de um momento "inesquecível" e enalteceu a atitude da equipa na derrota com os leões.

Análise ao jogo: "Nós sabíamos que ia ser um jogo extremamente difícil contra um dos grandes. O favoritismo estava do lado deles, mas apesar de sermos amadores tentámos dar tudo por tudo para lutar contra o Sporting. Soubemos responder bem ao golo, não queríamos ter as linhas muito altas, eles acabaram por marcar quase a acabar a primeira parte, mas ainda conseguimos fazer o empate. O Sporting foi claramente superior na segunda parte, aproveitou os nossos erros e conseguiu ganhar o jogo".

Golo marcado: "Marcar a um grande é extremamente difícil, conseguimos empatar, fomos com um sentimento de enorme crença para o intervalo e entrámos na segunda parte a acreditar que podíamos ganhar no prolongamento ou até nos penáltis. Foi uma prenda para todos os jogadores e para os adeptos. Tivemos uma moldura humana fantástica. Eles sabem que demos o nosso melhor, espero que saibam que dignificámos a camisola. Este golo vai ficar na memória para sempre, para contar aos filhos e aos netos. Senti uma enorme felicidade ao marcar".