"Clube prejudicado devido a meia dúzia de pessoas", escreve a claque do Caldas

"Clube prejudicado devido a meia dúzia de pessoas", escreve a claque do Caldas

Insultos racistas dirigidos a jogadores do Farense na partida dos quartos de final da Taça de Portugal originaram a abertura de um processo disciplinar.

Os insultos racistas dirigidos a jogadores do Farense na partida dos quartos de final da Taça de Portugal originaram a abertura de um processo disciplinar por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. Em comunicado, o clube do Campeonato de Portugal lamentou o sucedido e há também uma reação por parte da claque do Caldas, repudiando a atitude de "meia dúzia" de pessoas.

"A claque Sector 1916 repudia veemente qualquer ato de racismo ou xenofobia que tenha ocorrido na jogo contra o Farense. Estamos ao lado do clube. Podem contar com a nossa ajuda no combate a este tipo de comportamentos, pois estes não abonam nada a favor do Caldas SC, antes pelo contrário. Pedimos a todos que da próxima vez se desloquem ao campo da Mata para terem respeito por todos os intervenientes do espetáculo, se não se sabem comportar fiquem em casa. E não se esqueçam que quem sai mais prejudicado disto é sempre o clube, que apanha multas e pode ter o seu estádio interdito, devido ao comportamento de meia dúzia de pessoas. Obrigado", surge escrito.